Arquivos de Mundo

Impressões

Sobre Mariana e Paris

sábado, 14 de novembro de 2015 Texto de

Des­cas­cá­va­mos as la­ran­jas miú­das e do­ces, e as cas­cas des­pren­dendo sumo que im­preg­nava as mãos e os bra­ços caíam so­bre o ca­pim, onde aos pou­cos, e com o pas­sar dos dias, misturavam-se ao solo, tal­vez ali­men­tando suas raí­zes ou ape­nas fundindo-se na­tu­ral­mente com a his­tó­ria de seu bi­oma, por as­sim di­zer, num sexo ele­men­tar em que a terra ime­mo­rial pe­ne­tra o ve­ge­tal úmido, ou vice-versa, tanto faz
Leia mais

Compartilhe

O Palácio La Moneda é atacado em 1973

O Pa­lá­cio La Mo­neda é ata­cado em 1973

A jor­na­lista Clau­dia Aguiyrre vi­veu o drama do golpe que der­ru­bou Al­lende e le­vou Pi­no­chet ao po­der no Chile, em 1973. Em seu de­poi­mento so­bre o ro­mance “Na pele dos me­ni­nos”, ela re­lem­bra como a mãe ten­tava pro­te­ger os fi­lhos de­baixo da mesa.
Leia mais

Compartilhe

Impressões

De homens e papas

quarta-feira, 13 de março de 2013 Texto de
Afresco de Michelangelo na Capela Sistina

Afresco de Mi­che­lan­gelo na Ca­pela Sis­tina

Na mi­nha ci­dade ha­via um pa­dre que era su­per mo­derno, isso lá pela dé­cada de 1980. Pois bem, criticavam-no. An­tes dele, ti­nha um que era “uma peste”, se­gundo a lín­gua de boa parte da po­pu­la­ção. O ou­tro não es­pe­rava a noiva que se atra­sava. E as­sim vai. To­dos sem­pre têm algo a ser cri­ti­cado. No caso dos pa­pas, che­gam a Vas­cu­lhar até a in­fân­cia do dito cujo para achar al­guma fe­rida que ainda possa fe­der.
Leia mais

Compartilhe

Contos

Meu avô prendeu Hitler

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013 Texto de
Uma das últimas aparições de Hitler

Uma das úl­ti­mas apa­ri­ções de Hi­tler

Para Ta­ran­tino
e He­mingway

Con­tam mui­tas his­tó­rias so­bre a La­goa Seca. E tam­bém so­bre Hi­tler. Há quem não acre­dite de jeito ne­nhum nas ver­sões so­bre sua morte no mo­mento em que ele viu que a vaca ti­nha ido para o brejo. E há tam­bém quem não acre­dite numa la­goa seca.
Leia mais

Compartilhe

Impressões

Filmes que fazem pensar

segunda-feira, 11 de junho de 2012 Texto de


“O es­pião que sa­bia de­mais” (ba­se­ado em li­vro homô­nimo do es­cri­tor in­glês John Le Carré lan­çado no Bra­sil pela Edi­tora Re­cord) é um bom filme para quem gosta do gê­nero. Para quem qui­ser sa­ber mais so­bre o li­vro, cli­que aqui e leia ma­té­ria na Folha.com.

O filme, di­ri­gido por To­mas Al­fred­son e pro­ta­go­ni­zado por Gary Old­man, tem tam­bém ou­tras gran­des es­tre­las, como Co­lin Firth e John Hurt.
Leia mais

Compartilhe

Impressões

O escritor fantasma

domingo, 12 de dezembro de 2010 Texto de

http://www.youtube.com/watch?v=p5UgrC6Dvh0

Eu não ti­nha visto ainda o novo filme de Ro­man Po­lanski (Chi­na­town, O bebê de Ro­se­mary, O pi­a­nista). As­sisti em DVD. E de certo modo fi­quei en­tre a sa­tis­fa­ção e uma ponta de de­cep­ção. Sa­tis­fa­ção por­que não há como ne­gar que se trata de um bom filme po­lí­tico.
Leia mais

Compartilhe

Impressões

A menina e o diabo

domingo, 15 de agosto de 2010 Texto de

As­sim como mui­tos ou­tros que as­so­lam o pla­neta to­dos os dias, o caso da me­nina de 5 anos de idade que mor­reu no Rio de Ja­neiro e foi en­ter­rada neste do­mingo de­pois de apre­sen­tar si­nais de maus-tratos, de­pois de fi­car quase um mês em coma e de­pois de ter sido aten­dida por um mé­dico que não era mé­dico, o caso dessa po­bre cri­ança é a ar­qui­te­tura sór­dida de um mundo que, en­fim, não é bom.
Leia mais

Compartilhe

Impressões

A lua, o espaço e o pudim

sexta-feira, 13 de agosto de 2010 Texto de

Por que o ho­mem não in­venta um pu­dim de leite con­den­sado que eu possa co­mer in­teiro (um da­que­les pra­tos re­don­dos gran­des) sem que isso me faça en­gor­dar? In­cluindo, claro, a calda cre­mosa. Se­ria mais pra­ze­roso do que sa­ber que al­guém foi à lua, por exem­plo. E acho que mais apro­vei­tá­vel.
Leia mais

Compartilhe

Impressões

Livro – A caixa-preta

terça-feira, 10 de agosto de 2010 Texto de

O es­cri­tor Amós Oz, nas­cido em Je­ru­sa­lém em 1939 (Foto ob­tida no site da Com­pa­nhia das Le­tras)

Amós Oz faz de sua caixa-preta – uma caixa-preta que guarda se­gre­dos de que­das hu­ma­nas, mas não que­das de aviões, ape­nas que­das hu­ma­nas – uma sa­bo­rosa com­po­si­ção de drama e co­mé­dia. Da saga be­li­cosa de um es­cri­tor fa­moso e de sua ex-esposa re­jei­tada emerge um im­pres­si­o­nante ema­ra­nhado de emo­ções cu­jas con­sequên­cias le­vam os per­so­na­gens a um uni­verso onde cada passo os fará re­ve­lar se­gre­dos que tal­vez nem mesmo eles co­nhe­ces­sem.
Leia mais

Compartilhe

Impressões

Literatura, cinema e futebol

segunda-feira, 9 de agosto de 2010 Texto de

1 Flip

A feira li­te­rá­ria de Pa­raty aca­bou do­mingo e um dos as­pec­tos que mais me cha­ma­ram a aten­ção foi o pouco caso (ou se­ria um mero ins­tru­mento de mar­ke­ting?) que al­guns es­cri­to­res de­mons­tram ao par­ti­ci­par do evento. Não sei se é pouco caso ou pouca von­tade, sei lá. O fato é que os ca­ras vão lá e di­zem que não gos­ta­riam de es­tar lá, que não gos­tam de con­tato com o pú­blico e por aí vai. Ca­ra­lho, por que vão?
Leia mais

Compartilhe