Impressões

O segredo dos seus olhos

segunda-feira, 4 de outubro de 2010 Texto de

A linda So­le­dad Vil­la­mil e o pre­mi­ado Ri­cardo Da­rín pro­ta­go­ni­zam o ótimo filme

Na apre­sen­ta­ção, na capa do DVD, está es­crito que é um da­que­les fil­mes que fi­cam em nossa mente. O meu amigo Thi­ago Ro­que já ti­nha se en­can­tado. O pes­soal do Os­car tam­bém. Mas eu não ti­nha visto ainda. E agora posso di­zer: o filme ar­gen­tino que ga­nhou a es­ta­tu­eta mais co­bi­çada do ci­nema é ex­cep­ci­o­nal. De­ta­lhe im­por­tante: é ba­se­ado no li­vro “La pre­gunta de sus ojos” (A per­gunta dos seus olhos), de Edu­ardo Sa­cheri.

Como bem ob­ser­vou o Thi­ago, o filme tem tudo: drama, ação, sus­pense, co­mé­dia. E como ele bem disse: “como es­ses ar­gen­ti­nos sa­bem fa­zer ci­nema!” É ver­dade. Se você, so­li­tá­rio in­ter­nauta que me acom­pa­nha neste blog, ainda não foi ao ci­nema ou à lo­ca­dora, não pense duas ve­zes e leve pra casa na pri­meira opor­tu­ni­dade. E prepare-se: vai ser um dos me­lho­res fil­mes que você já viu. Ou não? Sabe-se lá. Fu­te­bol, po­lí­tica, re­li­gião e ci­nema não se dis­cute, já di­zem por aí.

E o le­gal, ao me­nos pra mim, é que não é da­que­les fil­mes de 90 mi­nu­tos. Odeio filme de 90 mi­nu­tos. Tudo bem, tudo bem, às ve­zes pinta um e ou­tro que são bons. Não há re­gra exata nesse caso. Mas vou di­zer: filme com me­nos de 100 mi­nu­tos eu des­con­fio. “O se­gredo dos seus olhos” tem duas ho­ras e pou­qui­nho.

Abaixo a fi­cha téc­nica
(que eu co­piei e co­lei do www.adorocinema.com.br):

Tí­tulo ori­gi­nal:El Se­creto de sus Ojos
Gê­nero:Drama
Du­ra­ção:02 hs 07 min
Ano de lan­ça­mento:2009
Site ofi­cial:http://www.elsecretodesusojos.com/
Es­tú­dio:100 Ba­res / Ca­nal+ Es­paña / Had­dock Films / Tor­na­sol Films / ICAA / INCAA / ICO / TVE / Te­lefe
Dis­tri­bui­dora:Sony Pic­tu­res Clas­sics / Eu­ropa Fil­mes
Di­re­ção: Juan José Cam­pa­nella
Ro­teiro:Edu­ardo Sa­cheri e Juan José Cam­pa­nella, ba­se­ado em li­vro de Edu­ardo Sa­cheri
Pro­du­ção:Ge­rardo Her­rero, Juan José Cam­pa­nella e Va­nessa Ra­gone
Mú­sica:Fe­de­rico Ju­sid e Emi­lio Kau­de­rer
Fo­to­gra­fia:Fé­lix Monti
Fi­gu­rino:Ce­ci­lia Monti
Edi­ção:Juan José Cam­pa­nella

Eis a si­nopse (co­pi­ada e co­lada do mesmo site):
Ben­ja­min Es­po­sito (Ri­cardo Da­rín) se apo­sen­tou re­cen­te­mente do cargo de ofi­cial de jus­tiça de um tri­bu­nal pe­nal. Com bas­tante tempo li­vre, ele agora se de­dica a es­cre­ver um li­vro. Ben­ja­min usa sua ex­pe­ri­ên­cia para con­tar uma his­tó­ria trá­gica, da qual foi tes­te­mu­nha em 1974. Na época o De­par­ta­mento de Jus­tiça onde tra­ba­lhava foi de­sig­nado para in­ves­ti­gar o es­tu­pro e con­se­quente as­sas­si­nato de uma bela jo­vem. É desta forma que Ben­ja­min co­nhece Ri­cardo Mo­ra­les (Pa­blo Rago), ma­rido da fa­le­cida, a quem pro­mete aju­dar a en­con­trar o cul­pado. Para tanto ele conta com a ajuda de Pa­blo San­do­val (Guil­lermo Fran­cella), seu grande amigo, e com Irene Me­nén­dez Has­tings (So­le­dad Vil­la­mil), sua chefe ime­di­ata, por quem nu­tre uma pai­xão se­creta.

Veja abaixo o trai­ler do filme:

Compartilhe