Dostoiévski | Márcio ABC

Colaboradores

Dostoiévski

quarta-feira, 8 de setembro de 2010 Texto de


Es­se ca­ra é meu ami­go, as mi­nhas idei­as ba­tem com as de­le. Es­se ca­ra é 10, po­de crer. Na re­a­li­da­de, só li Cri­me e Cas­ti­go, po­rém deu pa­ra sa­ber que é meu brother. Co­mo ele, sou crí­ti­co des­ta so­ci­e­da­de de mer­da. O ser hu­ma­no pen­sa que é me­lhor que os ou­tros se­res vi­vos de­vi­do à sua ra­ci­o­na­li­da­de de mer­da. Coi­ta­dos! Nós en­tra­mos em con­tra­di­ção o tem­po to­do. A ra­zão é fa­lha e não adi­an­ta fu­gir dos nos­sos de­se­jos mais pri­mi­ti­vos. Um dia, me can­so dis­so tu­do e jo­go uma bom­ba nes­sa hi­po­cri­sia to­da. Es­tou com fo­me, vou ao MacDonald’s. Vol­to já!

Compartilhe