À espera do seu amor | Márcio ABC

Crônicas

À espera do seu amor

domingo, 1 de dezembro de 2013 Texto de

Vo­cê me tra­ta com o mai­or des­pre­zo, qua­se sem­pre me dei­xa na mão, já me traiu vá­ri­as ve­zes, dá cla­ros si­nais de ser in­fan­til e ig­no­ran­te, vi­ve fa­lan­do em mo­der­ni­da­de mas tem uma que­da ine­vi­tá­vel pe­lo re­tro­ces­so e, co­var­de­men­te, me ame­a­ça com vi­o­lên­cia.

En­fim, são tan­tas as mer­das que vo­cê faz...

Sei que é cho­can­te di­zer al­go as­sim, mas a ver­da­de é que até di­nhei­ro vo­cê me rou­ba. Mas, olha, eu te amo as­sim mes­mo.

E, ino­cen­te e in­gê­nuo, fi­co es­pe­ran­do co­mo um ado­les­cen­te apai­xo­na­do o dia em que vo­cê vai me dar seu amor in­con­di­ci­o­nal. As­sim co­mo eu dou a vo­cê.

Vo­cê, Bra­sil...

Palavras-chave

Compartilhe