Impressões

Trânsito invencível

terça-feira, 16 de novembro de 2010 Texto de

Obras no tre­cho sul do ro­do­a­nel em São Paulo, es­pe­rança de me­lho­ria para o pe­sado trân­sito pau­lis­tano

To­das as obras fei­tas no en­torno de São Paulo e tam­bém em vá­rias de suas prin­ci­pais ave­ni­das e mar­gi­nais para de­sa­fo­gar o trá­fego de veí­cu­los pa­re­cem ter vi­rado min­gau. Hoje, o trân­sito para quem che­gava ou saía da ca­pi­tal não era di­fe­rente do pe­sa­delo de me­ses atrás, quando as obras ainda não ti­nham sido con­cluí­das. Tal­vez, em al­guns mo­men­tos, foi até pior. 

A ver­dade é que ape­nas obras viá­rias não são su­fi­ci­en­tes para me­lho­rar a vida dos mo­to­ris­tas que de­pen­dem des­sas ro­tas. É pre­ciso muito mais – desde me­di­das drás­ti­cas dos go­ver­nos (tal­vez a ex­pan­são do ro­dí­zio) até pro­je­tos de mé­dio e longo prazo que pos­sam do­tar de in­fra­es­tru­tura ade­quada o trans­porte pú­blico e, gra­da­ti­va­mente, des­viar para ou­tras re­giões po­los de pro­du­ção e de ser­vi­ços que atraem para um mesmo lu­gar – já sa­tu­rado – tanta gente. 

Mais uma vez, a re­a­li­dade mos­tra que o po­der pú­blico está a uma grande dis­tân­cia das so­lu­ções efe­ti­vas para um dos pro­ble­mas mais crô­ni­cos das me­tró­po­les bra­si­lei­ras. Os go­ver­nan­tes do mo­mento, pres­si­o­na­dos a ter de re­a­li­zar em pouco tempo o que seus an­te­ces­so­res de mé­dio e longo prazo dei­xa­ram pra lá, ati­ram para to­dos os la­dos. Mas só acer­tam mesmo é na pa­ci­ên­cia do ci­da­dão.

Compartilhe