Impressões

Esperança

domingo, 14 de março de 2004 Texto de

À mi­nha fren­te, atra­ves­sam a rua du­as cri­an­ças: uma ga­ro­ti­nha de 3 ou 4 anos e pro­va­vel­men­te o ir­mão de 7 ou 8. Vão de mãos da­das os dois, sós. Lan­chei­ras à ti­ra­co­lo, ca­mi­nham pa­ra a es­co­la. 7 ou 8 anos e já com res­pon­sa­bi­li­da­des, olhan­do cui­da­do­sa­men­te pa­ra atra­ves­sar a rua, se­gu­ran­do fir­me a mão­zi­nha he­si­tan­te da pe­que­na. Em­bas­ba­ca-me o po­ten­ci­al do ser hu­ma­no. Vai, cri­an­ça. Vai em fren­te. Que­ro mui­to te ver ho­mem fei­to, fe­liz.

Compartilhe