Geral

Meninight (Ou: o coroa e a mina)

terça-feira, 11 de junho de 2013 Texto de

Na verdade, não sei se vai cair bem pra mim
Mas vamos lá, garota, me diz aqui da sua vibe
Não sou a melhor pessoa do mundo pra isso
Porque meu tempo é da conta da Light

Tudo bem, não se assuste comigo tão perto
Pra começar, vai me falando da sua night
Como é que você veio chegando em mim
No meio de tanta gente e todo esse birinaite

Não ri, vai, assim fico confuso e chateado
É que, sabe, quando te vi imaginei o strike
Este peito guarda uma bomba de modelo antigo
Meu bem, acho que não cabe mais de um byte

Confesso que eu também te olhei muito
Você entre todas aquelas gatas da society
Queixinho empinado, barriguinha pra fora
Parecia a Marilyn naquela capa da Life

Quase engasguei quando a coisa encaixou
E agora aqui descobrindo seu naipe
Eu falo em seu ouvidinho uns palavrões
E você mistura um ai ao seu belo iate

Putz, na boa, vou te pedir uma coisinha
Deixa a alta e mergulha num insight
Fica rasa, simples, rasteira, assim, isso
Agora, pra ver só, me mede em fahrenheit

Depois, juntinhos, em concha, gostosinhos
Você não vai nem saber onde fica o Kwait
E na madrugadinha, bem triste e frio
Vou sussurrar pra você nem ouvir: vai-te

Compartilhe