Geral

Prato de verão para uma noite como hoje, sem carne

quarta-feira, 21 de novembro de 2012 Texto de

(Em ho­me­na­gem a Ana Clara Vil­las Bôas Blanco Cava)
Às 4h da tarde, você co­lo­cou na­quela ga­veta da ge­la­deira logo abaixo do con­ge­la­dor um vi­nho branco.

***

Pe­gue três fa­tias de pão de forma light e co­lo­que numa da­que­las tra­ves­sas que po­dem ir ao forno (não no mi­cro­on­das, no fo­gão mesmo).
Passe so­bre elas uma fina ca­mada (mas em toda a área) de mo­lho de to­mate. Eu gosto do Ta­ran­tella e sem­pre está com um preço ca­ma­rada.
Sal­pi­que um pou­qui­nho de sal.
Corte ro­de­las bem fi­ni­nhas de to­mate ma­duro e co­lo­que três em cada fa­tia.
Bote mais um pouco de sal por cima do to­mate.
Des­peje azeite ex­tra vir­gem a gosto (o bom é nem muito nem pouco).
Leve ao forno alto.

***

Já no pró­prio prato onde você vai co­mer (de pre­fe­rên­cia um que não seja pe­queno na cir­cun­fe­rên­cia), forre com três fo­lhas gran­des de al­face, mas deixe um bu­raco no meio.
No bu­raco, você põe um pe­daço de um bom queijo (você com­pra um pe­daço de um bom queijo por uns R$ 9 e nessa re­ceita nem pre­cisa ir tudo, mas aí de­pende de seu gosto e de sua fome).
So­bre o al­face, corte (do que so­brou do to­mate) umas qua­tro ro­de­las.
Para cada ro­dela de to­mate, umas duas azei­to­nas.
Abra uma lata de er­vi­lha (eu adoro) e jo­gue a me­tade so­bre o al­face e o to­mate. Se qui­ser dei­xar mais forte, use tam­bém al­ca­par­ras (eu adoro).
Jo­gue sal a gosto por cima de tudo isso (me­nos do queijo). De­pois, bote azeite a gosto.

***

Quando você aca­bar de fa­zer isso, abra o forno e o pão já de­verá es­tar bom (cro­cante). Se não es­ti­ver, abaixe o fogo e dê mais um tem­pi­nho até fi­car do jeito que você gosta.

Tire a tra­vessa do forno e co­lo­que o pão em cima do con­teúdo do prato.

Está pronto.

***

Bote o prato na mesa. Tire o vi­nho da­quela ga­veta da ge­la­deira. En­cha meia taça. Ao lado uma taça (ou copo) de água. É bom sem­pre be­ber a mesma quan­ti­dade de vi­nho e água. Se você gosta do vi­nho branco bem ge­lado, devolva-o ao con­ge­la­dor para a pró­xima ro­dada.

***

Numa noite como hoje, abra a porta da sa­cada (se você mora em apar­ta­mento) ou a ja­nela de sua casa, deixe a brisa en­trar. Ela faz parte do prato. As­sim como você tam­bém pode fa­zer dois pra­tos ao in­vés de um…

Compartilhe