Impressões

Mudança

terça-feira, 7 de Janeiro de 2003 Texto de

A trans­for­ma­ção da po­lí­ti­ca, tam­bém bas­tan­te com­ple­xa, é mais ve­loz do que a trans­fi­gu­ra­ção so­ci­al. Es­ta me­ta­mor­fo­se, em par­te de­pen­den­te da ou­tra, é len­ta e re­quer es­tí­mu­lo con­tí­nuo, com­bus­tí­vel in­ces­san­te. Num cír­cu­lo fa­mi­li­ar, por exem­plo, uma gor­da he­ran­ça ou um ti­ro cer­to na lo­te­ria po­de al­çar meia dú­zia de ha­bi­tan­tes a um ra­zoá­vel pa­ta­mar so­ci­al. O di­a­bo é que não há he­ran­ça ou lo­te­ria ca­paz de dar jei­to, do dia pa­ra a noi­te, na mi­sé­ria na­ci­o­nal. En­tão, fi­ca­mos as­sim: al­to lá com a es­pe­ran­ça exa­cer­ba­da. Mas tam­bém não va­mos en­tre­gar os pon­tos. Is­so nun­ca.

Compartilhe